Social Icons

Viver o agora

9 de novembro de 2020

Por aqui, continuamos sem pressa a viver devagar ao nosso ritmo. E como vivo eu neste ritmo acelerado de contra relógio, em que hoje é segunda-feira e amanhã é fim do mês? Bom, para começar sempre fui uma pessoa do aqui e agora. É claro, que Eckhart Tolle teve o seu peso, conta e medida nesta tentativa de modo de vida, mas tento me focar no presente. A minha mãe e o meu marido sempre me disseram que devia pensar no amanhã. Acontece, que continuo literalmente na mesma! Se faço bem ou não, não sei... mas é assim que me compreendo.


Tirando os picos de calor extremo no verão, tento ao máximo aproveitar e respeitar os ciclos naturais das estações. Viver sazonalmente é mesmo isto, não ter pressa no dia de amanhã e viver o presente com o que temos e aprender com ele, o que nos dá e trás; porém, não deixando nunca de depositar esperança no amanhã. O que foi, já não é, o bom fará parte da nossa morada consciente e trataremo-lo como um bom hóspede que se hóspeda nos recônditos da nossa memória, o menos bom... bem esse é deixar partir ao seu ritmo.


Não pensem que vivo permanentemente tudo isto como uma super mulher, um exemplo ou de ânimo leve. Por detrás das fotografias bonitas da by Deva, existe uma pessoa calma mas sensível. Segura, mas ansiosa. Meiga, confiante e por vezes frágil. 


Mas aprendi isto: Estejas sem rumo, triste, desmotivada, escolhe um lugar de silêncio e  fecha os olhos, respira e pensa no melhor  que tens de ti, escuta-te e ouve-te. E sê grata, sempre grata por estar aqui e agora.


Aconteça o que acontecer vive o teu presente, acredita sempre em ti. Porque te mereces! 

2 comentários

  1. Sem dúvida! Parar, olhar para dentro, porque dentro de nós está tudo...a começar pelo nosso equilíbrio.
    Tudo de bom no teu presente, a cada dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada querida Rosa! Para ti e para a tua menina desejo o mesmo, um presente com tudo o que precisamos.

      Eliminar