Social Icons

Sementes

13 de agosto de 2020

Há uns anos atrás tínhamos uma pequena estufa com tabuleiros de sementeiras e uma pequena horta. Pela primeira vez preparámos um pedaço de terra para fazer "a cama de jardim" para os nossos vegetais. Foi nesse ano que comemos os nossos primeiros legumes e vegetais, plantados por nós: alfaces, tomates, courgettes, beringela e pimentos. Lembro-me de como andava entusiasmada com esta ideia, comprei até uns livros para me orientar sobre os cultivos, hortas e plantações. No blog encontram alguns posts sobre este tema. 

Entretanto, agosto chegou e com ele surgiu a ideia de voltar a semear os nossos verdes! O espaço que temos nas traseiras da casa não é grande, mas permite fazer algumas coisas. Este ano, já não vou a tempo de semear o que queria, por isso vou aproveitar algumas sementes de flores silvestres. É nesta altura, perto do final do verão que as flores se enchem de sementes, pois as mesmas estão secas pelo sol e por isso libertam-se facilmente. Imaginem soprar um "dente de leão" e verem todas aquelas partículas a soltarem-se, o mesmo acontece com as flores quando o vento chega. É a natureza a libertar-se de si própria. Algumas das sementes que caem no chão germinam com a chegada do outono, pois a terra começa a ficar mais húmida, outras proliferam no ano seguinte. Isto acontece no ciclo natural das estações, mas com as alterações climáticas temos que cruzar os dedos e esperar que tenhamos alguma sorte! Como na primavera apanhei algumas flores, consegui secá-las na garagem e estou neste momento a guardar as sementes. 

As sementes em si são pequenos pontinhos (grãos) de vida, mágicos e únicos! São dádivas da natureza! Vamos pensar num grão minúsculo que temos na mão, como é possível uma pequena semente germinar, brotar, crescer e dar um belo e comestível vegetal nos nossos pratos! De facto é gratificante ver como a natureza é persistente e ciclo após ciclo se renova e renasce. 

O meu único senão aqui é o calor excessivo. Este ano mesmo com as regas persistentes todas as minhas flores secaram e queimaram só do ar quente deste verão. Foi tão triste. Neste momento estou a levar alguns dos meus vasos para a garagem a fim de os proteger do calor...

E vocês que tipo de plantas, flores, vegetais gostavam de plantar? Já tiveram alguma horta? Sei que existem hortas verticais para as varandas, o que também me parece uma óptima solução e pelo que sei a IKEA vende. Também há quem tenha pequenas hortas em varandas. Eu própria já tive tomate cherry e ervas aromáticas quando vivia num apartamento. Queres partilhar comigo a tua experiência? 

Hoje em dia existem pacotinhos de sementes que são autênticas obras de arte, com desenhos feitos à mão lindíssimos! Dá vontade de os guardar, tal como fazíamos antigamente com os cromos. 

Todo um novo mundo natural para desbravar, sem pressa e a seu tempo.


2 comentários

  1. Epá eu e os comentários ... não sei onde carrego que desaparecem sempre -_-
    Tinha escrito que é muito gratificante e terapeutico termos um cantinho onde possamos plantar alguns vegetais. Às vezes corre bem, outras mal mas é muito giro acompanhar todo o processo e no fim comermos o que plantamos.
    Aqui só experimentei tomate cherri, que quase sempre corre bem, alface, rabanetes e cenouras mas estes últimos não desenvolveram ficaram micro vegetais :)
    Durante a quarentena também vi que é muito fácil ter alho francês e cebolinho a partir das "cabeças" que ainda têm algumas raízes, experimentei e resultou.
    Boa sorte neste novo projeto! vou ficar deste lado curiosa para ver como corre.
    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Ola Dulce, a caixa de comentários não deve estar nos melhores dias :) não lhe ligues! Bom, eu espero conseguir algum resultado, nem que sejam micro vegetais!! Vamos ver como vai correr. Obrigada pelo teu comentário! Beijinhos

    ResponderEliminar