O meu caminho é este e o vosso?

8 de junho de 2017

Há dois meses que não escrevia no blog! Mas, não faz mal. É bom lembrar que este blog será sempre um espaço Vivo, ainda que com alguns períodos de interrupção pelo meio. A vida também é assim, uns dias andamos mais motivados e outros dias nem por isso. De qualquer modo podem sempre seguir-me no Instagram, nessa rede social consigo ser um pouco mais assídua nos meus posts.

Hoje volto aqui, para vos contar este meu retorno ao caminho da fé. Sempre fui muito interessada pelo universo das religiões! Tenho vários livros que fui comprando ao longo dos anos sobre religiões e sua filosofia, alguns dos meus livros preferidos são a "bondade do coração" e o "livro tibetano da vida e da morte". Para mim a melhor religião é aquela em que praticamos o Bem! 

Em criança fiz a catequese até à primeira comunhão. Gostava imenso daqueles sábados na Igreja. Desde miúda sempre acompanhei a minha mãe nas excursões a Fátima e desde menina que sou muito devota da Nossa Senhora. Já em adulta nunca fui aquela católica praticante. Queria viver e  perceber tudo e então andava numa roda viva entre seminários de budismo, retiros de reiki, meditação e palestras sobre temas que gostasse. Mas, a cada ano senti sempre a necessidade de ir a Fátima. Mantive mais ou menos esta minha peregrinação interior até mesmo depois de casar, nas nossas idas ao Porto, Fátima era sempre uma paragem obrigatória. Depois, na altura com a chegada do meu bebé e com tantas outras coisas novas que aconteciam, perdi-me. 

Neste decorrer de tempo, acho que a Igreja mudou. Eu mudei. Fiquei mais moderada, mas ainda sofro   com aqueles picos de querer fazer sempre coisas novas e descobrir caminhos que me fascinem e deixar para trás o que já não interessa. Disciplina é algo que me falta! Porque deixo tudo a meio.

Mas dizia eu, que algo mudou. Hoje a Igreja é uma Igreja mais alegre e mais aberta. Hoje encontramos a palavra de Jesus, no youtube em vários canais católicos, na caligrafia e na pintura, na fotografia, no Pinterest, etc... Hoje eu vou à missa todos os sábados e não olho para o relógio a pensar quando é que a homilia acaba! O meu marido vai comigo e o Tomás também, porque é escuteiro.  Lá sinto-me bem e fico a contar os dias para a próxima semana! Tenho em conta que os párocos também em muito ajudam, o Pe. daqui não poderia ser melhor! Mas para mim a melhor religião é aquele em que praticamos o Bem! 

Em casa no dia-a-dia tenho algumas rotinas. Durante a manhã leio o evangelho. Este que uso é específico para as nossas paróquias de Azeitão, mas creio que existem para todas. Também costumo ouvir alguns podcasts enquanto arrumo a casa e faço outras coisas, mas sobre isso falamos mais tarde. Costumo ler a Biblía, mas ainda não achei nenhum plano que me interessasse. Se souberem de alguns podem partilhar. Gostava de não andar a saltar do AT para o NT. A minha bíblia não me permite tomar grandes notas, porque não tem muito espaço para escrever, por isso estou a pensar comprar uma nova. Gostava que cá em Portugal houvesse algumas comunidades para mulheres que se juntam e estudam a Bíblia online, como o "She Reads the Truth" ou o "Pursuit" que vos falei aqui. Se souberem de algo semelhante também podem partilhar comigo. Ou se alguém se quiser juntar e fazermos um grupo também é viável! Agora ando muito entretida a ler alguns provérbios, que são autênticas lições de vida! Há muito para aprender e estamos mesmo cá para isso.

O post termina com uma fotografia que em nada tem a ver com o post. É o meu gato Ice, num momento de alongamento e relaxamento :)