Social Icons

A Abundância quer-se Simples

29 de abril de 2012


Há coisas boas nesta vida, mesmo boas, daquelas que nos fazem sentir bem e que gostamos  de guardar por muitos pares de horas, ou dias até, porque são meramente simples, mas muito especiais.


Os momentos a três, juntos, em família e os nossos passeios pela natureza. O verde, o silêncio do campo, o cheiro da terra molhada (o melhor de todos os cheiros), as flores, o ar fresco e limpo, o meu filho feliz, o sorriso e o contentamento dele, os pés assentes na terra, a vista perdida no horizonte, a mente tranquila e sã, o ter tempo e lugar inteiramente só para nós.


É tão importante esta gratidão para com a vida. Deveria trazê-la gravada na pele e na mente.

Exterior

27 de abril de 2012








É bom chegar a casa ainda de dia e ter algum tempo para as tarefas domésticas. Lá fora, a chuva despontou algumas das sementes que havíamos plantado  (funcho, erva cidreira, mangericão, etc.. oferecidas por uma leitora do blogue a Célia). Este fim de semana quero ver se vou à serra apanhar algum alecrim para semear; fica tão saboroso nos pratos de grelhados. Os arbustos de mirtilos estão agora a dar os primeiros rebentos, bem como o morangueiro silvestre. A nossa hortense está robusta e felizmente sobreviveu ao inverno. Algumas flores silvestres cresceram com a ajuda da chuva nos canteiros, mas acho-as tão graciosas que as vou deixar ficar. Mas no meio deste pequeno jardim que todos os dias me encanta existe uma criatura diabólica [aliás duas a contar com o senhor coelho e as suas tocas] que derruba vasos, come bolbos e mastiga pedaços de tronco e pedras e que de pé está quase do tamanho do meu filho! A Senhora Dona Petra [que durante um ano terei que contar com os seus muitos estragos]!


Por aqui

26 de abril de 2012



Um feriado escuro e muito chuvoso sem televisão e sem internet,  porque alguém se lembrou de vandalizar todos os cabos de uma área geográfica, porque infelizmente ainda existe gente má, tão má que é capaz de criar destruição só por puro prazer! E por falar em "maldades e afins" a minha querida Petra comeu-me metade do jardim em complô com o senhor coelho, os dois comeram um vaso de sardinheiras e outro de hortenses! Há que haver castigo e ordem no reino animal, há sim!

Papas de Aveia

25 de abril de 2012


Agora sim, pulo da cama a pensar no meu rico pequeno-almoço cheio de bons e saudáveis nutrientes: o  leite magro, a aveia integral (que adoro) e as frutas. Resolvi fazer uma panela com uma grande quantidade de maçãs cozidas com 2 pauzinhos de canela. Armazenei em frascos que foram ao frigorífico. De manhã preparo uma taça de porridge (ou papa de aveia): com o leite magro ou de soja ligth, a aveia e um boião da tal maçã em puré que cozi e que armazenei no frio. É delicioso!


Tenho recebido alguns e-mails a perguntar que dieta estou a fazer? Como não é segredo nenhum resolvi partilhar convosco a minha escolha. A principio pensei em seguir um(a) nutricionista, mas hoje em dia as consultas são tão dispendiosas que achei que sozinha conseguiria alcançar objectivos, apenas precisava de um pequeno auxilio e eis que uma senhora, esposa de um conceituado médico me falou desta dieta. Pesquisei sobre o assunto, e o que li agradou-me, - resolvi ir em frente. A dieta que estou a seguir foi elaborada por um médico cardiologista americano, o Dr. Agatston e a dieta chama-se «South Beach Diet». Podem comprar o livro no amazon.com, ou se preferirem uma edição em português/ Brasil  pedir a editora Sextante. Em Portugal, só existe uma edição da editora Pergaminho, uma edição um pouco desactualizada [a meu ver]. Para além do livro (factor indispensável para quem quer dar inicio a esta dieta) têm o site e ainda uma aplicação que pode ser descarregada no telemóvel, com óptimas receitas e sugestões diárias. 

Compota Light de Frutos Vermelhos

23 de abril de 2012


Entrei na segunda fase da dieta, fase esta que já me está a animar só de olhar para a lista de alimentos permitidos. Foram 10 dias sem comer carbohidratos e isto traduziu-se na perda de 4 quilos. Os frutos vermelhos, os cereais, o pão escuro, as panquecas e as geleias light, já fazem parte dos pequenos almoços. 

Como acho a maior parte dos doces caros, decidi eu própria fazer a minha compota light, para barrar no pão de manhã. Então fiz assim:

Compota de Frutos Vermelhos:

1 embalagem de frutos silvestres congelados (costumo comprar nos supermercados Aldi)
5 saquetas de Canderel
1 Saqueta de pectina
Algumas gotas de limão

Casa

22 de abril de 2012





Ontem, fomos aquela que foi a nossa primeira casa buscar alguns pertences que nos faziam falta. Estive também uma boa parte do tempo com os meus pais, irmão e alguns familiares. Cheguei a casa de peito cheio, de saudades e emoção, daqueles que nos habituámos sempre a ver e ter perto, daqueles cuja a voz  familiar nos faz sentir em casa. E disto, só vos sei dizer o tanto que me soube bem,  receber o abraço forte e sentido, dos que são nossos, dos que apesar da distância sabemos de antemão que amamos de verdade e queremos amar sempre. Dos sorrisos de felicidade e saudade trago-os aqui, apertadinhos num silêncio tão  bom, que guardo para mim. 

Lar

20 de abril de 2012


Ontem, já andava a planear e deitei-me com ela fisgada. Acordei e o meu cérebro processou mal pestanejei a palavra - limpeza! Na hora de almoço estava tão empolgada que até comprei uns detergentes novos.
Agora, que está tudo com um ar tão cândido e reluzente só me apetece pôr um letreiro na porta do tipo: "entrada só descalços"!  É impressionante a quantidade de objectos que acumulamos e que na maioria nenhum deles nos faz assim tanta falta. Houve uma época em que toda a gente nos oferecia presentes da loja do gato preto; então, no natal toma lá qualquer coisinha made in "gato preto", nos aniversários mais umas coisinhas do "gato preto",  acontece que hoje tenho uma quantidade considerável de bules, tabuleiros, caixas, chávenas e serviços de chá chineses e orientais que até mete respeito! Houve também a época do yoga, dos seminários budistas na União Budista de Lisboa e as minhas amigas a oferecerem Budas porque certamente eu iria gostar muito. Hoje, em cada canto da casa deparo-me com um Buda a olhar para mim! E nem de propósito, enquanto aspirava a lombada dos meus livros (sim, eu aspiro os livros) num gesto rápido e distraído deitei uma cabeça de Buda ao chão, que rolou sobre a tijoleira e foi parar desfeito ao outro canto da sala! Karma, só pode! Há que reflectir sobre isto mais tarde. Os panos orientais que comprei outrora na antiga FIL de artesanato, nos pavilhões da Índia e Paquistão são outros que tais. Fazem-me hoje ficar arrepiada só de os ver! Bom, das duas uma ou organizo uma venda de garagem (uau!) ou dou isto tudo a alguém que goste deste tipo de bugigangas, porque eu estou numa de quanto mais branco melhor , assim mesmo como a «neoblanc»!

Tempo

19 de abril de 2012

Eis uma semana que se tem revelado muito positiva, para o by Deva. Encomendas, sob encomendas e várias viagens aos correios; algo que me deixa verdadeiramente feliz e grata! Agora, o lado mais obscuro: uma pilha de roupa para engomar, casa desorganizada e a precisar urgentemente de limpeza, jardim idem, refeições feitas à pressa e sem qualquer plano prévio e um filho a precisar de muita, muita atenção! Não é fácil. Ainda que o meu trabalho (emprego) não me obrigue a estar as oito horas diárias fora de casa, sinto-me a fraquejar perante o tempo que é líder e soberano!

Neste dia Cinzento

18 de abril de 2012

Chegar a casa neste final de tarde de um dia particularmente cinzento e chuvoso, sentar tranquilamente com toda a paz do mundo e degustar de um chá acabadinho de comprar e que sabe maravilhosamente bem, faz-nos sentir tão, mas tão confortáveis.

Chá branco + tangerina (da Tetley). Adorei!

Os Frutos Vermelhos

17 de abril de 2012


Falta uma semana! E já posso começar a introduzir os frutos vermelhos e a aveia nos pequenos almoços, da dieta! Para me animar nesta contagem decrescente de dias que se resumem a ovos e chá, nada melhor que estas fotos deliciosas da Heather Bullard! A respectiva receita que ilustra estas imagens está no blogue da autora.

Shop Update


Clutch e mala ambas num tecido Heather Bailey, da colecção Garden District. As novas malas by Deva com alças em pele, já podem ser lavadas na maquina (a frio), uma vez que as alças são removíveis. Artigos em breve disponíveis na Loja.
Translate

Andar

16 de abril de 2012


iPod carregadinho de musiquinhas assim para o acelerado, com Eminem e outros que tal à mistura e sem desculpas - amanhã é correr e andar! E é se queres perder peso!

Today I Love

15 de abril de 2012




Today I Love, é a nova rubrica da Miss Glitering no seu fabuloso "Ás Nove no meu Blogue" .

Eu estou por lá a inaugurar e sinto-me assim, como uma convidada de honra!

Este é daqueles blogues que visito diariamente. Não só pelas excelentes imagens, mas sim porque todo o conteúdo deste blogue me incentiva a voltar vezes e vezes sem conta. É um blogue que brilha, pelo optimismo, pelo espírito de sacrifício e pela luta de conquistas da própria autora que o escreve. Já para não falar no styling que está na envolvência deste blogue, dos belos pequenos almoços e das paisagens deslumbrantes de quem vive ali mesmo, nos Alpes Suíços.

Kids Stuff


Há uns tempos que andava a pensar fazer um saco para o Tomás levar os seus brinquedos e livros, para quando vai a casa da avó. O dele ficou tão giro, que resolvi fazer mais dois para a loja. Os sacos são feitos em tecido de algodão e o forro em linho de cor cru. Têm aplicações em feltro e um bolso exterior, com uma capinha para colocar um cartão com o nome da criança. As dimensões são ideais para arrumar lá dentro alguns brinquedos e perfeitas para a altura dos mais pequenos.

da Dieta

14 de abril de 2012


Esta é a parte da dieta que mais me custa, os pequenos-almoços sem uma migalha de carbohidratos! Muita proteína logo pela manhã, ovos e mais ovos e inventem-se novas receitas de omeletes e ovos mexidos. Hoje, fiz dois tabuleiros de quiches (ingredientes: ovos, claro!), um de espinafres outro de cogumelos; mas nem assim consigo degustar do meu rico pequeno-almoço, é comê-lo de enfiada, porque quanto mais depressa melhor! A parte mesmo boa, boa, boa é que dois quilos em cinco dias já se foram. Há que continuar.

Pessoas como Nós - Constança Cabral

13 de abril de 2012


Para inaugurar esta nova rubrica "Pessoas como Nós" trago-vos hoje aqui ao by Deva, uma das pessoas que mais admiro neste circulo da blogosfera; a nossa Constança Cabral. Chamo «nossa», porque apesar da Constança ter escolhido viver no Reino Unido com a sua família, a sua marca "Saídos da Concha" e o seu notável trabalho continuam a ser feitos pela mesma pessoa, uma rapariga portuguesa a que todos chamamos de Concha. É admirável o seu trabalho, empenho, perfeccionismo e dedicação vê-mo-lo facilmente em cada detalhe daquilo que faz. Apesar da popularidade que alcançou a Constança consegue manter uma personalidade alheia e desprovida de vaidade, o que faz dela uma pessoa modesta, forte e decidida! É de salientar algo, que observo na Concha, a capacidade e a preocupação que tem em reaproveitar pedaços de roupa usada e antigos tecidos de lençóis para costurar novas peças para a sua loja, novas roupas para o seu bebé. Isto é tão extraordinário! É uma lição tão grande, para quem só se preocupa com a procura dos designers famosos. A Constança, é um marco no nosso artesanato, uma pessoa digna de admiração e o seu trabalho e percurso uma forte inspiração para todas nós. Vamos, hoje conhece-la um pouquinho através deste pequeno "desafio" que a Constança amavelmente respondeu.

Quais os teus hobbies preferidos?
Ler e ir ao cinema.
O que te levou a criar um blogue?Auto-motivar-me a fazer mais e melhor e partilhar com outras pessoas os meus gostos e interesses.

Se tivesses que juntar duas bloggers nacionais para um jantar temático quais seriam as tuas convidadas?Tânia Ho (blog Chocolate à Chuva) para falar de tricots, livros e viagens e Rosa Pomar (blog A Ervilha cor-de-rosa) para falar sobre tradições, raízes e perspectivas portuguesas.

Quais os teus blogues preferidos nacionais?Caderno Branco e Nouss-Nouss.

E internacionais?Underbaraclara, Sania Pell at Home e Design*Sponge.

Que opinião tens em relação aos workshops de costura?Nada como aprender a coser com alguém ao nosso lado a guiar-nos durante todo o processo.

Como surgiu o teu trabalho na área do artesanato?Em 2006 comecei a experimentar a máquina de costura da minha mãe e criei o blog para ir documentando as minhas aventuras no mundo do feito à mão.

O nome do teu projeto deve-se a…?A minha família chama-me Concha desde sempre. Quando quis criar o meu blog, o Tiago (meu marido) sugeriu "Saídos da Concha" e o nome pegou.

De onde vem a inspiração para os teus trabalhos?De vários sítios e circunstâncias: posso precisar de algo e decido fazer em vez de comprar. Passo horas em blogs e sites e muitas ideias surgem a partir de coisas que vejo, que por vezes nada têm a ver com a ideia que me suscitam. Também gosto de museus, casas antigas, filmes de época e livros.

Muitas pessoas dizem que é difícil senão impossível viver só do artesanato em termos monetários. O que pensas em relação a este assunto?
Acho que as peças feitas à mão são muito ingratas: o preço final tende a ser demasiado baixo para quem executou a peça, porque os materiais bons são caros e porque as coisas à mão levam horas a ser feitas, e demasiado alto para o consumidor, que está habituado a comparar tudo com o que vê nas cadeias internacionais e que não faz distinção entre feito à mão e feito na China.

Uma pessoa que queira viver desta actividade tem de tentar ir buscar rendimentos a vários sítios: em colaborações com outras entidades, em publicidade, enfim. Não é nada fácil!

Se tivesses que levar um único livro numa viagem longa, que livro seria?
Um livro em que a prosa seja saborosa... um romance de Eça de Queiroz ou Machado de Assis. Ou então "O Cónego" de A. M. Pires Cabral.

Se essa viagem longa fosse de livre escolha, qual seria o destino?
Japão

Qual seria para ti o melhor desafio?Encomendarem-me um livro de crafts e lifestyle. Ou convidarem-me para escrever uma coluna mensal numa revista ou num jornal.

Qual a tua cor de eleição?Azul.

O melhor filme?Não é o melhor, mas consigo ver vezes sem conta o "Sense and Sensibility" com a Emma Thompson e a Kate Winslet.

Personalidade?Martha Stewart. Não deve ser uma pessoa de convívio fácil, mas nutro uma enorme admiração por ela.
Objeto preferido?Máquina de costura.
Muito obrigada Constança!

A Volta ao Mundo

10 de abril de 2012


Depois do saco "Volta ao Mundo" e do caderno de viagens chegou a vez da clutch e da bolsa iPad! Mais uma vez esta colecção traz-nos o tema, - viagens. Acessórios ideias para quem gosta de viajar, conhecer novos lugares, novos destinos.

Vamos lá

9 de abril de 2012

(Imagem Women`s Yoga Short, Etsy)

Tudo a postos para amanhã começar de dieta! Uma semana dura de desintoxicação, sem carboidratos, com muitos verdes, frutos secos e muito chá drenante! Uma reintrodução alimentar cuidada e equilibrada. Um livro cheio de boas receitas, truques e sugestões para auxiliar. Uns corsários e uns ténis para as caminhadas diárias. E muita força de vontade para voltar a vestir a minha antiga roupa! Estou pronta!

Petra

5 de abril de 2012


Esta é a Petra, que nos foi oferecida e se veio juntar à Lahsa, ao Indie e ao Dehli!

Coser

2 de abril de 2012

Antes de virmos morar aqui para o campo, o nosso filho andava numa escola onde praticamente não estragava roupa nenhuma. Todos os meninos e meninas usavam bibe às riscas e passavam a maior parte do seu tempo numa sala. Hoje a escolinha que frequenta é no campo, inserida numa quinta. Os meninos acabam por ter um contacto muito directo com a natureza e por vezes ajudam a dar de comer aos animais: galinhas, cavalos, póneis, avestruzes, etc... Quando há sol e dias bonitos, brincam no relvado com as bicicletas, triciclos e escorregas. Ele gosta e sabemos que é muito mais feliz assim, e nós por ele também. Mas, as calças, as calças que se amontoam como uma pirâmide de Gizé, há espera de pequenos arranjos de remendos e joelheiras! Há que dar volta à situação e nesta fase de contenção arranjar maneira de usar as mesmíssimas roupas, mas "recuperadas". E, enquanto eu coso lá fora estes três levam uma rica vida! Oh, se levam!