Atelier

Esta fotografia foi tirada à noite com o telemóvel, mas serve para vos mostrar o "antes" deste espaço. Há uns anos atrás pintei esta parede com tinta azul que sobrou do quarto do Tomás. Podem espreitar aqui e aqui. Na altura gostei de ver, mas o que é certo é que já não morria de amores por esta cor. De mal o menos, pior seria se tivesse forrado a mesma a papel de parede, uma autêntica canseira só de imaginar! A ideia era voltar ao branco, com o sótão a precisar de pinturas esta foi a desculpa certa para repensar em algumas alterações.


Na verdade algum tempo que queria afastar-me ligeiramente do ambiente cozy e partir para algo mais limpo, mais minimalista!


Para começar limpei toda a minha mesa de tralhas e deixei apenas o essencial. Algumas coisas pus em sacos e dei outras mudaram de morada. Recorri ao Ikea e comprei uma estante que enchi de verde, o mesmo verde que me liga à terra, à natureza, à cor da vida que pulsa nos campos, e tão somente, a minha cor de inspiração e serenidade. Aproveitei e fiz uma limpeza inquisidora a todos os papeis e apontamentos que vamos acumulando. Pintei o candeeiro Ikea de preto para dar realce e assim ganhei um novo candeeiro! O ambiente ganhou mais luminosidade e ficou mais convidativo! Menos cheio e mais leve. Menos é mais - a premissa minimalista com a qual me identifico e defendo em tantas outras coisas, mas no que toca a objetos ainda sinto que existe uma grande barreira pela frente. O apego não é saudável, mas assumo que ainda me custa a separar de alguns objetos que guardo e que gosto, ainda vacilo facilmente perante uma feira de velharias e ainda morro de alegria quando encontro objectos que já não me lembrava que existiam! Repensando, se por um lado as coisas de que gosto me trazem algum conforto, por outro lado chateia-me pensar que ainda estou dependente de "coisas". Estranha esta dualidade que me deparo.

Ponto positivo: já temos uma parede minimalista cá em casa e eu vou-me segurar para não encher a mesma como uma selva! 

27 comentários

  1. Olá! Penso que não seja errado termos e adquirirmos objectos que tanto gostamos, que nos fazem felizes. Acho que desde que seja com peso e medida é saudável! O que importante é sermos felizes com o que temos e somos (difícil né)... mas se fosse fácil perdia a piada! O novo cantinho está mesmo muito giro minimalista ou não! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Cláudia! Minimalista ou não vamos ver... ; )
      Bjs!

      Eliminar
  2. Uau Márcia!! Que mudança!! Na minha opinião para muito melhor!! Gosto mesmo muito!! Como costumo dizer, natureza dentro e fora de casa faz-nos tão bem!
    Beijinho grande, tem um bom dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A natureza faz-nos pessoas melhores, pessoas felizes! Beijinhos Catarina :)

      Eliminar
  3. Que diferença Márcia!! Mais é sem dúvida mais 😊 mais simples, mais paz, mais espaço! Parabéns, ficou lindo! Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana ficou como queria, simples e harmonioso. Beijinhos!

      Eliminar
  4. Também adorei! É diferente... Mas adorava a outra também, com a qual me identifico mais, mas isto é apenas uma opinião pessoal. Acho muito interessante o ponto de vista minimalista e acho fundamental cultivarmos o desapego às coisas. Mas a verdade é que ser cozy não significa ser dependente das coisas! E ser minimalista não significa que por dentro não morramos de saudades do que tínhamos... Acho que tudo é uma questão de coração e do que nos faz felizes. E sem stresses, porque já basta a vida para nos atirar com as setas pontiagudas. Mudar é bom. Mas mudar para o que nos faz bem, nos dá paz, nos dá certezas da certeza do caminho a percorrer. Isso sim, vale a pena, sendo minimalista ou cozy ;) Parabéns pela coragem da mudança e pelo resultado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Margarida, gosto de mudanças, de desafios, de criar, mudar, alterar, mas com tudo bem pensado, porque nesta vida já dei um passo bem grande e essa mudança de nada me valeu. O importante somos nós é certo e o ambiente que escolhemos à nossa imagem para que nos possamos sentir ainda melhor. Obrigada! bjs.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Gracias D. Anabela! Aquela cadeira não me sai da mente... :)

      Eliminar
  6. Está muito bonito e luminoso! Gostei bastante :)

    Um beijinho, Márcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Cláudia! Também gosto muito deste ambiente mais "limpinho".
      Bjs.

      Eliminar
  7. Ando igual :) gosto muito de objectos bonitos, com história, de tesouros :) mas faz-me falta a paz que um ambiente mais vazio traz à casa. Ando à procura de um meio termo! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "gosto muito de objectos bonitos, com história, de tesouros :) mas faz-me falta a paz que um ambiente mais vazio traz à casa" . Nem mais Virgínia!!!
      Bjs.

      Eliminar
  8. Gosto muito!
    Ando a precisar de fazer o mesmo no meu... (que cada vez menos se pode chamar de craft room):
    Foi fácil pintar o candeeiro? Queria fazer o mesmo, mas tenho receio de ficar mal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fica bem Ana, não há que recear. Pus um papel no chão e com uma lata de spray pintei de um lado, virei quando secou e pintei do outro. Tirei as molas antes e depois voltei a pô-las no sitio. Bjs.

      Eliminar
    2. Obrigada. Tenho de experimentar. E essa estante está na mira também.
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Gostei muito da mudança, apesar de também gostar de objetos e cores, também gosto muito assim, mais clean, aliás, sabe tão bem destralhar, e dar novo ar aos espaços, beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Precisava de um sitio na casa mais "calmo", e menos colorido. Aqui concretizei isso :)
      Bjs.

      Eliminar
  10. Eu adorava o teu outro estilo mas também gosto muito deste. E esta mudança ficou fantástica :D
    Sofro dos mesmos sentimentos que tu, agora ando numa de destralhar a casa...
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Eliane se estivéssemos todas mais perto fazíamos trocas! Adoro trocas :)
      beijinhos.

      Eliminar
  11. Uma mudança radical que resultou muito bem. Parabéns.
    também gostei muito de ver o post dos jardins.

    ResponderEliminar
  12. Está muitíssimo giro. Tens jeito e bom gosto.
    Beijinhos Márcia. Patrícia

    ResponderEliminar
  13. Ficou muito melhor!É por isso que adoro branco, torna tudo muito mais bonito.

    ResponderEliminar
  14. olá Marcia! ando num processo semelhante cá por casa, mas ha objecto que, por toda a carga emocional que tem, dos quais nao prescindo! para mim, o meio termo funciona lindamente!!! ja agora, adoro a planta que esta em destaque na fotografia e que parecem pequenas perolas verdes... podes dizer-me como se chama? tenho um rapazola de sangue verde natureza cá em casa e ando a precisar de trazer verdes para dentro de portas!
    mil obrigadas e beijinhos da costa alentejana, Xana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá :) eu não sei ao certo porque ela não trazia identificação, mas dizem que se chama colar de pérolas ou rosário.
      Tenta colocar no google estes nomes, pois aparecem imensas. Boa sorte :)
      Bjs.

      Eliminar