Andorinhas



Ontem, uma das andorinhas caiu do ninho, empurram-se umas ás outras para dominar o espaço que têm. Devia estar ali no chão há bastante tempo, estava gelada! Nós aquecemo-la entre as mãos fechadas em concha e com a ajuda do escadote lá nos equilibramos e conseguimos voltar a pô-la de novo lá em cima no ninho. A mãe, voou sempre á nossa volta a piar, como que em aflição, depois aninhou-se e juntou-se ás suas crias. Esperemos que sobreviva! O Tomás disse: já está boa!

10 comentários

  1. Lamento ter de ser a portadora destas notícias menos românticas mas a natureza não é cor-de-rosa e é normal as crias mais fracas serem atiradas do ninho (normalmente pelos próprios pais) para aumentarem as probabilidades de sobrevivência das outras. A mãe provavelmente estava a reclamar por se intrometerem. Eu sei que não é bonito pensar nisto, mas é mesmo assim na natureza, gostemos ou não.

    ResponderEliminar
  2. Esperemos que fique boa e que contrarie a probabilidade! Fico a torcer por isso :)

    ResponderEliminar
  3. Será difícil (será provavelmente a mais débil e foi "seleccionada") , mas quem sabe é uma lutadora?! :)

    ResponderEliminar
  4. Ó minha querida Deva, o teu coração é tão bom! E o teu filhote a assistir :) vai ver-te como uma guerreira lutadora pelos animais :)
    Tem-se passado muito isso cá em casa, no ultimo mês, infelizmente, e a filhota assiste a tudo com emoção... Foi ela que me chamou que o cão tinha um pintainho na boca, que eu consegui tirar, cuidei dele com especial atenção, mas o coitadinho apenas sobreviveu um dia... No mesmo dia houve um acidente no galinheiro, causado por um erro humano, meu, e morreu o patinho... o marido e a filhota foram dar comigo a chorar... Ela disse "quero ver o pintainho que morreu"... Ela pensa que ele está vivo e quando vê outro pintainho igual, levanta os braços e diz muito contente "Ehhh, tá vivo"... Este episódio marcou-a, fala nisso algumas vezes e eu não tenho coragem de dizer que o pintainho morreu. Ela também ainda é tão pequenina... Este Domingo o pintainho branco foi encontrado isolado, quieto e a tremer... agarrei nele, dei água, dei comida, aqueci-o e decidi de uma vez por todas colocá-los num sitio isolado onde não hajam acidentes e contactos com os galos grandes... Fui-lhe explicando tudo. Ela assiste interessada mas um bocadinho à distância. Felizmente o branquinho sobreviveu, já pula e faz piu-piu... e nós todas felizes :) beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Nunca tinha visto uma tão bebé e tão de perto. Vamos torcer!

    ResponderEliminar
  6. Nossa, como são frágeis quando são ainda bebês... E que gracinha, todas juntas, com as boquinhas abertas. Espero que o pequenino tenha ficado bem. <3

    ResponderEliminar
  7. Cá em casa também já tentamos socorrer muitos passarinhos que caem dos ninhos. O meu telhado tem muitos ninhos e chega a Primavera/Verão e é uma dor de alma pois a grande maioria não sobrevive pois recusa-se a comer:(
    Espero que esa andorinha tenha tido melhor sorte.Beijinhos

    ResponderEliminar