Poupar







Viver no campo, também significa comprar vinte quilos de cenouras por três euros. [as mesmas não atingem tamanho suficiente para venda, segundo normas UE]. Ter uma amiga que me liga para ir buscar cenouras porque afinal tem muitas. Chegar a casa com um saco cheio de cenouras e prepara-las de diversas formas: com uma porção fiz sopa, bolo, sumo (laranja + cenoura) e gelatina para mais logo. As raspas também se aproveitam,  para o Déhli o coelho.

30 comentários

  1. tudo nas tuas fotos me trasnmite conforto!adoro!

    ResponderEliminar
  2. Oh que lindo, adorei tudo devias postar mais receitinhas :) beijos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  3. identifico-me tanto com tantos posts teus :) nasci e cresci no campo mas vivi depois em Lisboa e acabei por voltar.
    Viver de forma tranquila e disfrutar de tudo à nossa volta é um bem imenso :) fiquei de olho na gelatina! de cenoura? wow! beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Fotos lindas.
    E gelatina de cenoura? Uau.

    ResponderEliminar
  5. Que amor a última fotografia!
    Adorei o conceito nada é desperdiçado por aí!

    ResponderEliminar
  6. Isso é que é poupar mesmo. Quando souberes de outra venda assim, diz...pode compensar uma viagem até Azeitão.

    ResponderEliminar
  7. Sempre assim foi, viver no campo tem essas vantagens na cidade pagas tudo desde a água ao sal. Sorte a tua.

    ResponderEliminar
  8. Maravilha! Estou mortinha por regressar ao campo. As fotografias, lindas, como sempre. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. Isso é que é aproveitar!
    Um amigo meu também já experimentou fazer cenoura desidratada. Cortadas aos bocados pequenos também se podem congelar.

    ResponderEliminar
  10. realmente e outra coisa. sempre q vou a casa dos meus pais tenho sempre limoes, salada fresca, frutas. mas o que mais gosto sao as trocas comerciais entre vizinhos :)

    ResponderEliminar
  11. Como é que se faz gelatina com cenoura? Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Uma cesta cheia de cenouras é uma promessa de coisas boas!
    Eu ando numa de cenouras à algarvia, traz-me um bocado do gostinho do verão. :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. que delícia!
    lembro-me quando era mais miúda de fazer o mesmo sumo com o meu pai. às vezes adicionávamos também maçã. eram deliciosos! :)

    ResponderEliminar
  14. Márciam,
    e no final nada se perde...tudo se transforma, inclusive as cascas para o coelho.

    Uma coisa que me causa espanto, é os burocratas a imporem normas à natureza....então: as cenouras para serem comercializadas devem ter um tamanho padrão.....estou cá a pensar se essa gente não tem mais o que fazer.....para não dizer outras coisas....

    abraços de MF

    ResponderEliminar
  15. E parece tudo tão bom! Inveja (da boa) de viveres no campo...espero um dia regressar!

    ResponderEliminar
  16. Coisas tão boas Márcia!! Eu sempre vivi no campo, agora estou por Lx, é por isso, e por outras coisas que sonho com o meu refúgio no campo. bjs

    ResponderEliminar
  17. E que delícia deve ter ficado tudo! Ainda hoje vim com um saco cheio de tangerinas e laranjas acabadinhas de serem apanhadas da árvore. Adoro!

    ResponderEliminar
  18. Gosto tanto de cenouras! =) Adorei o conceito, realmente essas são as grandes vantagens de viver no campo!

    ResponderEliminar
  19. Que delícia Márcia! O bolo está com uma cara ótima!

    http://naomemandeflores.com

    ResponderEliminar
  20. Adoro sumo de maçã e cenoura!
    Também costumo comprar as cenouras na feira e depois descasco, parto aos bocadinhos e congelo para cozinhar, principalmente para fazer sopa. Compro a umas senhoras cá da terra que poêm na feira, porque vendem as mais "naturais" São as que têm a rama cortada, porque não foram usados produtos químicos para queimar essa rama (ficam pretas em cima).

    ResponderEliminar
  21. as maravilhas de viver no campo :) e que aspecto que tem tudo!

    ResponderEliminar
  22. está tudo muito bonito e apetitoso, mas as mãozinhas do espinafre a segurar o bolo são de derreter o coração! pelo menos o meu :)

    margarida

    ResponderEliminar
  23. ai esse bolo...
    tenho vontede de viver num capo igual ao teu!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  24. Adoro :) Este aproveitar de cada parte do alimento, sem desperdícios, acredito que é também uma forma de cuidar a natureza.

    ResponderEliminar