Coser

Antes de virmos morar aqui para o campo, o nosso filho andava numa escola onde praticamente não estragava roupa nenhuma. Todos os meninos e meninas usavam bibe às riscas e passavam a maior parte do seu tempo numa sala. Hoje a escolinha que frequenta é no campo, inserida numa quinta. Os meninos acabam por ter um contacto muito directo com a natureza e por vezes ajudam a dar de comer aos animais: galinhas, cavalos, póneis, avestruzes, etc... Quando há sol e dias bonitos, brincam no relvado com as bicicletas, triciclos e escorregas. Ele gosta e sabemos que é muito mais feliz assim, e nós por ele também. Mas, as calças, as calças que se amontoam como uma pirâmide de Gizé, há espera de pequenos arranjos de remendos e joelheiras! Há que dar volta à situação e nesta fase de contenção arranjar maneira de usar as mesmíssimas roupas, mas "recuperadas". E, enquanto eu coso lá fora estes três levam uma rica vida! Oh, se levam!

15 comentários

  1. precisava de umas coisas destas para as minhas calças:D por acaso não há algumas de colar???

    ResponderEliminar
  2. E remendamos os remendos e os buracos continuam a aparecer.... É verdade o que dizes, a felicidade é proporcional aos buracos nas calças. Quando aplico as joalheiras ponho umas por dentro também, assim, quando rompe a de fora, por baixo existe outra e tenho mais um tempinho antes de substituir tudo.

    ResponderEliminar
  3. Olá! Eu faço precisamente o mesmo às calças do meu filho... mas não coso as joelheiras... uso as de colar com o ferro de engomar. É que as pernas das calças são tão estreitas que não vejo forma de coser as joelheiras sem ter de descoser as laterais das calças... Como consegues?
    Bjs
    Gina
    Maçã Dentada

    ResponderEliminar
  4. Vale a pena a trabalheira que dá...a alegria de uma criança que cresce na liberdade do campo não tem preço. Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Mas se o motivo dos buracos na roupa é a liberdade e o contacto com a natureza, que venham mais buracos!

    ResponderEliminar
  6. Que venham os buracos. Nada melhor que ver um filho voltar da escola tendo aprendido mais do que est'a nos livros.
    Bj,
    Jo

    ResponderEliminar
  7. As joelheiras que apliquei são de colar com o ferro de engomar, no entanto eu coso à mão, à volta para reforçar.

    ResponderEliminar
  8. Ainda não precisei de fazer estes remendos, mas quando o dia chegar, sei que vou optar por esta solução também!
    Já nas minhas calças, vou ter que fazer, porque começam a ficar puídas e eu não quero desfazer-me de certos pares de calças que tenho.
    Mas reaproveitei há tempos os bodies para camisetas interiores. Poupei dinheiro e não acumulei roupa que daqui a pouco vai deixar de servir.

    ResponderEliminar
  9. Olá, pelo que descreveste parece uma escola de sonho! Identificamo-nos muito com esse tipo de ensino. Qual é a escola?

    ResponderEliminar
  10. Poderei dar essa informação por mail.

    ResponderEliminar
  11. olá Márcia.
    venho dizer-te que estive a ler e a ver os teus posts e o teu blog é um sítio delicioso. de verdade. será que me podias dizer se as visitas à Quinta das Torres são livres? cada pessoa pode lá ir passear quando quiser, ou é limitado apenas a grupos? agradecia muito uma resposta. beijinhos, e continua o bom trabalho.

    ResponderEliminar
  12. Olá Inês. Pode visitar a vontade, mas terá que primeiro avisar na recepção da "Quinta das Torres". É um lugar lindíssimo! Bjs.

    ResponderEliminar
  13. Eu fiquei deliciada com esses teus seres de quatro patas!! Que amor*** e eles dão-se todos bem? opah adorava ter uma casa grande para dar essa liberdade aos meus! beijinho*

    ResponderEliminar
  14. Boa tarde
    Pode dizer-me onde compra estas joelheiras?
    Obrigada

    ResponderEliminar