Social Icons

Bom Ano!

30 de dezembro de 2011

Há uns dias lembrei-me que tinha uns velhos jeans que serviriam muito bem para andar no quintal. Fui procurá-los e dentro de uns dos bolsos encontrei um minúsculo bolbo. Um bolbo que mais de um ano esteve fora da terra, sem luz, apenas dentro de um armário e que no entanto desabrochou para a uma nova vida no bolso das minhas próprias calças de ganga! Engraçado inverter esta história e pensar na dualidade de sentidos, na metamorfose e simbologia que este pequeno grão de vida suscita! Ultimamente tenho feito o esforço por reprimir os meus desejos e anseios e com isso tenho aprendido que a ambição de querer/ter é senão um desejo mal disfarçado, uma ilusão que não contribui em nada para a verdadeira felicidade. Aprendi que o suficiente é tudo e que através dele tenho toda a liberdade para viver e ser feliz.

Desejo-vos um Feliz Ano Novo 2012!

Comida de Inverno - Gratinado de Couve Flôr

29 de dezembro de 2011


Uma das coisas que mais gosto de fazer nestes dias frios é preparar pratos de comida de inverno. O forno é o meu grande aliado e agora que estamos em pleno inverno acaba por ser uma desculpa mantê-lo tantas vezes ligado. Para além do mais, aquece a cozinha, seca os panos húmidos, e dá aquele ambiente acolhedor, talvez mesmo por esta e outras razões, suspire de amores por um dia vir a ter um forno a lenha!


Neste prato preparei um vegetal, que cá em casa só conseguimos comer se for cozinhado no forno, couve-flor gratinada. É um bom acompanhamento para um grelhado de peixe ou carne e são imensos os benefícios destas pequenas flores cor de neve.

Receita:
Cozer uma couve-flor em água e sal. Escorrer bem. Separar todos os "gomos" das flores e colocar numa travessa de ir ao forno. Com os dedos desfazer um pedaço de queijo mazzarella e deitar sob a couve-flor, tapar tudo com maionese light (usei de frasco) e por fim polvilhar tudo com queijo parmesan. Ir ao forno.

Tricot II

20 de dezembro de 2011



A minha mãe tricotou dois cachecóis para me oferecer e um outro para uma amiga minha. Um deles em tons terra em malha bago de arroz e outros dois em branco. Lembro-me de ver a minha mãe fazer malha sempre com muita agilidade e uma rapidez sem igual, talvez tenha sido essa a razão principal, pela qual nunca tenha conseguido acompanhar o movimento das agulhas para a minha própria aprendizagem!

Há uns tempos em casa dos meus sogros também descobri este livro, sobre como tricotar à mão e à maquina e trouxe-o comigo. Espero agora que a minha amiga Lígia me traga as agulhas que comprou em Dusseldorf e enquanto isso preparo-me para procurar um site que venda lãs 100% portuguesas. Alguém me sugere alguma loja? Sou ainda uma iniciante nesta área e como tal tenho imensas dúvidas. Sites e explicações são muito bem-vindos!

Translate

Promoção de Natal

16 de dezembro de 2011

Estes produtos, de uma colecção mais antiga, estão agora em promoção até ao final do mês de Dezembro. Quem comprar um destes artigos recebe ainda uma pequena lembrança de Natal! Aproveitem!


  • Boneco de pano estampado Ikea - 6€

  • Almofada estampada em tecido algodão acetinado - 8€


  • Conjunto mala e écharpe - 15€ (Indisponível)

Translate

Cheiro a Campo e Bosque

13 de dezembro de 2011



Voltei a dar uso aquele meu antigo carimbo artesanal indiano. Estampei linho branco com tinta própria para tecido, deixei secar, lavei e no dia seguinte foi só trabalha-los. Dentro de cada saco, um bocadinho de cheiro a campo e bosque. Estão ambos disponíveis e são vendidos ao par.

Coroa de Bagas Silvestres

11 de dezembro de 2011

Com algumas bagas de inverno aqui da serra fizemos esta coroa para a entrada da nossa casa.

Na Mesa

9 de dezembro de 2011


Saí do trabalho às 20:00 e pelo caminho pensei: apeteciam-me rissóis caseiros! Como não conheço aqui na zona ninguém que os faça para venda decidi eu própria experimentar fazer. Sempre me pareceu que nunca seria capaz de tal proeza gastronómica, pois associo este feito às nossas mães, tias e avós. Enganei-me, em pouco mais de uma hora tinha cozido o peixe, estendido a massa e tinha ali 34 rissóis feitos por mim. Uma maionese batida com uma beterraba e legumes a acompanhar.

Saquinhos Perfumados

7 de dezembro de 2011


Estes são os saquinhos perfumados a eucalipto. Folhas colhidas e secas por mim aqui do campo e serra. São almofadas pequenas que se podem guardar nos armários e gavetas para perfumar. Uma prenda económica para oferecer neste Natal.

***Enfeites de Natal***

5 de dezembro de 2011


Estes são alguns dos bonecos de Natal encomendados pela Carolina, a Marta e a Rita para decorarem as suas árvores este Natal. Nunca tinha feito este tipo de trabalho: criativo, lento, minucioso e completamente handmade! Para o ano há mais.

(Disponíveis apenas por encomenda)

Um dia em Casa

3 de dezembro de 2011

Um dia inteiro a costurar, em que praticamente só saí do atelier, para cozinhar as refeições principais para a família. Dias que nem pomos um pé na rua, há prazos e entregas para serem cumpridos e por isso o dia tem de render, tem de ser produtivo. Apesar da perseverança, gosto de dias assim, bem preenchidos e desafiantes!

Hoje partilho convosco uma receita que fiz. É rápida e é uma refeição leve, que pode ser feita para um jantar, por exemplo...

Crepes três queijos e espinafres.

Fazer a massa de crepes. Eu faço a minha assim:
3 ovos
100 g de farinha
50 g de margarina
2,5 dl de leite
uma pitada de sal.

Para guarnecer os crepes, cozi uma embalagem de espinafres e salteei-os em azeite e alho. Com um garfo desfiz um requeijão, uns cubos de queijo feta e mozzarella. Temperei a mistura dos três queijos com pimentas variadas e cardamomo. Envolvi-a nos espinafres e recheei os crepes um a um. Coloquei-os lado a lado num tabuleiro de ir ao forno e reguei-os com natas de soja. Deixar no forno o tempo de gratinar as natas (15 minutos aproximadamente).

Preto & Branco

2 de dezembro de 2011


Fiz estas duas almofadas para a Loja, uma totalmente branca, sóbria e elegante, a outra em branco com preto a contrastar. Gosto de ambas. Fazem-me lembrar um jogo de damas.

Translate