Lifestyle

Morar no campo é fantástico! Desfrutar do ar livre, ouvir os pássaros pela manhã, colocar uma mesa e um chapéu de sol debaixo de uma árvore e ter o prazer de fazer uma refeição em família na rua, regar vasos de plantas, flores e legumes, varrer o alpendre todos os finais de tarde; são momentos simples que fazem parte do meu quotidiano, momentos que não abdico e que não troco por nenhum um outro estilo de vida.
Ao optar por mudar de casa, mudei também os meus hábitos, a minha forma de estar, e aos poucos fui-me apercebendo que metade das coisas que tinha e que comprava, não me faziam realmente falta nenhuma! Hoje não tenho metade da roupa que tinha quando trabalhava em Lisboa, nem gasto 1/3 do que gastava há dois anos atrás. Aprendi sem lições a viver livremente de forma natural e despreocupada, aprendi que com menos - sou ainda mais Feliz. Sinto-me extremamente bem com o que me rodeia, e sinto-me imensamente grata por esta vida que tenho.

E já me esquecia... vejam o que a nossa horta nos deu este mês: tomate cereja e mini abóboras!

15 comentários

  1. Embora sempre tenha vivido no campo, este post poderia ter sido escrito por mim... nem sempre dei o devido a tudo o que tenho aqui, a este estilo maravilhoso de vida... BJs

    ResponderEliminar
  2. :-))) as abobrinhas são das comestíveis? :-) já deram fruto??

    ResponderEliminar
  3. gosto das Fotos. também uso muito o encarnado ca em casa. bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Olá Deva,

    Sempre vivi no campo e, agora que vim morar para perto de Lisboa tive que mudar os meus hábitos, mas por necessidade.

    Por exemplo, os colegas do meu filho acham-no um esquisito por ele comer cenouras cruas ou frutos secos ao lanche (sem comentários); estava habituada a ir ao mercado e encontrar peixe sempre fresco, o que não se passa aqui; tinha sempre hortícolas, ovos e fruta acabadinha de apanhar na minha casa, agora limito-me ir ao supermercado e comprar o que há; até o azeite me faz confusão, parece que a comida não fica igual:))

    No meu caso não foi opção, foi mesmo necessidade. O Algarve é muito bonito para quem vai passar férias, acham tudo muito exótico e campestre, mas na realidade não é bem assim. Um dia hei-de voltar, porque sempre vivi sempre com menos!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Como te compreendo.
    No campo vive-se melhor por muito menos dinheiro... não há a preocupação de andarmos sempre nos trinques, adoptámos uma beleza natural... até a nossa pele fica mais radiosa com o ar puro que se respira ;)
    Eu adoro ir estender a roupa, e ouvir o canto dos passarinhos... É uma simples tarefa que me encanta cada vez mais :)

    ResponderEliminar
  6. Também eu espero ir para o campo...só falta o meio de sustento..
    entretanto tento fazer uma vida mais campónia no cinzento subúrbio, enquanto vou tentando também não sucumbir ao excesso e ao desnecessário... nós realmente não precisamos de muito :)
    as tuas imagens, como sempre, são de sonho. um sonho meu, dos bons!
    ***rita

    ResponderEliminar
  7. É uma benção estarmos felizes com o q temos!

    ResponderEliminar
  8. É tão verdade, nem me tinha apercebido de tantas destas coisas. Viva a vida no campo! :)

    O que não gasto em roupa, gasto em livros...

    ResponderEliminar
  9. Deus te abençoe sempre, minha querida.

    ResponderEliminar
  10. Também sou fã do downshifting! E adoro o vermelho da tua cozinha - resulta mesmo bem! bj

    ResponderEliminar
  11. a delícia das coisas simples e belas! :) adorei este post... fez-me pensar no meu amado alentejo também! o quanto era precioso passar as minhas férias em casa dos meus avós e vivenciar tudo isso :) um dos meus sonhos era poder morar lá, quem sabe um dia poderei ser eu a escrever um post parecido ;)
    continuação de felicidade :)

    ResponderEliminar
  12. Quanto à vida no campo, não há melhor, somos realmente umas sortudas!!
    se tivesse assim uma cozinha, acho que não saía dela, é tão gira!!

    ResponderEliminar
  13. a tua cozinha... adoro! Posso ir viver contigo? :) :) beijos!

    margarida

    ResponderEliminar
  14. Não! Prefiro levar a minha cozinha e vou eu viver contigo :)

    ResponderEliminar