Social Icons

Lá fora

30 de junho de 2011


Salada de Couscous com ananás, pêssego, pimento, atum e manjericão.

Pizza

29 de junho de 2011



A última vez que comi pizza fora fiquei enjoada! O excesso de queijo era tanto que apenas comi metade do que tinha no prato. Para mim não há pizzas como as da pizzaria Casanova, em Santa Apolónia. Vale a pena experimentarem e ficarem umas longas meias horas na fila, as pizzas são divinais! Também gosto de preparar a minha própria pizza em casa. Fazer de véspera o molho de tomate e deixá-lo apurar. No verão fazemos imenso pizza, colocamos frutas e sentamos-nos cá fora a comer.

Massa:

3 canecas de farinha de trigo sem fermento
1 colher de sopa de azeite
1 colher de chá de sal
1 colher de fermento de padeiro
1 caneca de água morna
(coloco tudo na máquina de fazer pão e deixo a massa levedar 30 minutos)

Cobertura:
Molho de tomate, mistura de queijos para pizza (uso os da President), salmão fumado, cogumelos frescos, ananás, um fio de azeite e muitos orégãos.

Granola

26 de junho de 2011


Depois de ter visto algumas receitas de granola aqui pela Internet, optei por fazer a minha própria receita:

1 pacote de aveia (flocos pequenos)
1/2 pacote de sementes de sésamo
1/2 pacote de sementes de girassol
1/4 de sementes Chia
1 pacote de nozes (partidas aos bocados)
Algumas avelãs
Sal qb
10 colheres de sopa de óleo de amendoim
10 colheres de sopa de mel
5 colheres de sopa de água morna
1 colher de chá de essência de baunilha

Depois de tudo tostado no forno, acrescentei ainda passas e alguns cranberries.
A granola com yogurte grego simples, passou a fazer parte de uma das minhas refeições diárias.

Lifestyle

23 de junho de 2011

Morar no campo é fantástico! Desfrutar do ar livre, ouvir os pássaros pela manhã, colocar uma mesa e um chapéu de sol debaixo de uma árvore e ter o prazer de fazer uma refeição em família na rua, regar vasos de plantas, flores e legumes, varrer o alpendre todos os finais de tarde; são momentos simples que fazem parte do meu quotidiano, momentos que não abdico e que não troco por nenhum um outro estilo de vida.
Ao optar por mudar de casa, mudei também os meus hábitos, a minha forma de estar, e aos poucos fui-me apercebendo que metade das coisas que tinha e que comprava, não me faziam realmente falta nenhuma! Hoje não tenho metade da roupa que tinha quando trabalhava em Lisboa, nem gasto 1/3 do que gastava há dois anos atrás. Aprendi sem lições a viver livremente de forma natural e despreocupada, aprendi que com menos - sou ainda mais Feliz. Sinto-me extremamente bem com o que me rodeia, e sinto-me imensamente grata por esta vida que tenho.

E já me esquecia... vejam o que a nossa horta nos deu este mês: tomate cereja e mini abóboras!

Paisagens Portuguesas

20 de junho de 2011




Ando completamente deslumbrada com algumas paisagens rurais portuguesas, nomeadamente o norte de Portugal. Adorava um dia poder experimentar a viver uma temporada no Minho. O verde é tão intenso e belo que a meu ver é absolutamente atractivo!

Os Açores é o local onde estas fotos foram tiradas. Paisagem e natureza sem limites.

Da Horta

10 de junho de 2011

Este é o aspecto das courgettes que semeamos na horta este inverno. Tomaram medidas do tamanho do meu ante-braço e pesam em média 2,600 kg cada uma! Acho que tenho courgettes para um ano, por isso vou precisar de imensas receitas. Pergunto-vos eu como usam este vegetal na vossa alimentação?

Comprar Online

8 de junho de 2011


Comprar online é fácil e por vezes muito cómodo. No que diz respeito a tecidos compro-os sempre online, excepto os básicos (tecidos lisos, de riscas, bolas, ou xadrez) que compro, como já tinha dito anteriormente no facebook, no "Parque dos Tecidos" em Cascais, ou esporadicamente, nos armazéns de Campo de Ourique. Chateia-me ter de procurar tecidos de loja em loja. As deslocações, as filas, o estacionamento, etc... quanto menos vezes tiver que me deslocar à capital melhor, acho que só tenho a ganhar com isso!

Através da compra pela Internet temos um leque variadíssimo de produtos, o que por vezes dificulta a nossa escolha. Com alguma persistência acabei por escolher meia dúzia de lojas com as quais me familiarizei mais, as outras tantas resolvi pô-las de parte.

Lembro-me que quando namorava o meu marido ele comprava quase todos os meses produtos na Amazon. Depois do receio que senti inicialmente em comprar algo fora de uma loja comum, dei o meu primeiro passo no ebay.
Gripe Water, um remédio para o alívio das cólicas dos bebés, foi o nome da minha primeira compra online que num acto de desespero adquiri vindo de Inglaterra.

Esta semana chegou uma compra de artesanato que fiz à Virgínia Otten. Mal, vi esta maçã pensei logo que teria de ser minha! Não podia ser mais perfeita! Gostei tanto dela que decidi coloca-la na minha mesa de trabalho.