Yasamin

( Tunísia 2007)

Lembro-me que quando visitei há uns anos a Tunísia com a minha mãe e irmão, aquele país cheirava a Jasmim. Dele trouxe na memória a recordação de um país quente e de cheiro exótico. Sou uma pessoa que "tento" não me apegar demasiado às coisas; segundo o budismo, (filosofia a qual respeito e tento incutir em mim alguns valores) o apego traz ilusão dando origem ao sofrimento. É-me difícil contornar esta questão do apego, uma vez que penso várias vezes que os objectos têm sentimentos o que me leva a não deitar fora inúmeras coisas.Para agravar ainda mais um pouco este tema, a minha indomável mente leva-me a recordar algumas memórias, aquelas que de uma forma ou de outra, me deixaram alguma lembrança ou saudade - aqui tento contradizer o budismo e aplico com clamor a máxima de Platão - "Recordar é Viver"- em forma de desculpa disfarçada! Retomando novamente ao Jasmim..., a ano passado plantei na terra um pequeno vaso desta planta, sem imaginar que passado um ano e com toda a humidade que se faz sentir aqui devido à proximidade da serra, ela cresceria até atingir o meu tamanho em altura!


Esta fotografia foi tirada hoje de manhã depois da chuva. Os botões são de um rosa velho invejável, ainda fechados, frágeis mas imensamente perfeitos!

O Indie, o nosso gato herdou algum gene botânico! Persegue-me todo o santo dia e adora explorar a natureza, tal qual a sua dona!

Translate

11 comentários

  1. Estou cada vez mais maravilhada!!!! E o Indie! Está divino!!!!! Obrigada Marciéte!!!!!!!

    ResponderEliminar
  2. Mais uma vez lindas fotos.
    Amar e recordar, para além da enorme felicidade, traz sempre o sofrimento!
    para mim a vida tem sempre as duas vertentes... o meu ideal é que estas se equilibrem na balança... se eu sofrer porque já fui feliz, este é o melhor sofrimento!
    isto para mim, já que não consigo passar pelas coisas sem me apegar a elas...

    ResponderEliminar
  3. que bonita foto da gota d'água :)
    parabéns pela tua fotografia!

    ResponderEliminar
  4. Adoro ser transportada para aquilo que partilhas com tanta sensibilidade.

    ResponderEliminar
  5. Que espanto a expressão do gato...e as suas patas!!!!!!!!!!!!!Muuuuuuuuuuuuuito bem apanhado;)

    Sou bióloga e... apaixonada pela forma espectacular como captas a natureza!

    PARABÉNS, Belas fotos!!!

    bjns

    ResponderEliminar
  6. Mas que expressão maravilhosa a do teu gato! Que simpatia!
    A minha mãe também tem um enorme jasmim que cresce à volta de um a coluna de pedra. É lindo sem dúvida!
    (Nem vou falar das tuas fotografias... que são um espanto!...)

    ResponderEliminar
  7. Imensamente perfeitas são essas fotos, Márcia! De uma beleza singular... E o teu Indie é um amor! :)

    ResponderEliminar
  8. Também estive na Tunísia mais ou menos por essa altura :) Aquilo que mais amei foi o deserto, intenso e silencioso... um silencio impossível de ter na cidade.
    A fotografia do jasmim está perfeita. Conseguiste materializar esse cheiro :)

    ResponderEliminar
  9. O Indie 'e simplesmente lindo :))
    que belas fotos :)))

    ResponderEliminar