Domingo

O céu escureceu, as nuvens desceram e ao de leve tocaram a serra. Há muito que esperava por um momento assim, livre de calor e cheio de água, de humidade no ar e de brumas. Estar presente, ali, sentir todas as forças da natureza e poder contempla-las é estar em paz.
Limpa-nos a alma das inquietações e das más energias.

Li uma certa vez, num livro, que deveríamos pedir sempre permissão aos espíritos (guardiões) da floresta para nela podermos entrar. Assim como abraçar uma árvore! Já alguém experimentou abraçar uma árvore? Sei, que para muitos pode parecer patético e não imagino ninguém no meio de uma cidade agarrado a um tronco! As árvores são dos seres mais antigos do nosso planeta, respiram e vivem como nós; ligam-se à terra pelas raízes tal como nós pelos nossos próprios pés, recebem todo o oxigénio através dos ramos, como nós também recebemos o ar que precisamos pelas nossas narinas. Abraçar uma árvore é um óptimo exercício de harmonização de energia. Não é por acaso que na religião as árvores estão presentes, em Cristo e Buda.

«Antigamente... Quando as pessoas tinham segredos que não queriam partilhar escalavam uma montanha procuravam uma árvore faziam nela um buraco e murmuravam o segredo para dentro do buraco. Depois tapavam-no com lama... desta forma, nunca ninguém o desvendava»
In Movie "2046" de Wong Kan-Wai

10 comentários

  1. Que vista maravilhosa!!!

    Estou doida para ver "2046"! Adoro Wong Kar Wi e acabei de rever "Chungking Express" de 1994, muito bom!

    ResponderEliminar
  2. Não só não acho patético como me sinto totalmente regenarada no meio das árvores. Só posso achar que elas têm umas energia muito forte e muito boa.

    ResponderEliminar
  3. ja abracei uma arvore que de tao grande/gorda que era foi preciso 6 maos para finalmente fecharmos o circulo!
    hoje foi por aqui uma segunda feira muito cinzenta, as tuas nuvens vieram-me visitar!

    ResponderEliminar
  4. Adoro dias assim.
    Compreendo-te bem :)

    ResponderEliminar
  5. Também não acho nada patético, é apenas a comunhão com a natureza que é a nossa casa. Ainda bem que voltaste, Márcia! :)*

    ResponderEliminar
  6. também costumo abraçar árvores, bom, sempre que posso!

    ResponderEliminar
  7. Estão muito lindas as fotos, sente-se a energia forte da serra, quase que sinto os cheiros...
    Adoro abraçar árvores... e também gosto muito do Wong Kar-Wai!
    Inspiraste-me!
    ;)

    ResponderEliminar
  8. Também lhes dou abraços! E elas gostam!

    ResponderEliminar
  9. lindas as imagens e o conceito!
    nunca o fiz, mas espero fazê-lo em breve, quando a oportunidade surgir e o local for especial.

    e adoro os efeitos e os tons do teu cabelo!

    ResponderEliminar
  10. Se fores na rua e vires uns braços sorridentes a abraçar uma árvore sou eu, de certeza! São precisas provas? Aqui está: http://avioletadanca.wordpress.com/2010/01/29/relax-friday-2/

    eheheh

    As árvores simbolizam a força da terra e eu fico sempre babada quando vejo alguém prestar-lhes homenagem. Obrigada, gostei muito do teu post!

    ResponderEliminar