Dia 20

Há tanto ainda para descobrir na Serra, para observar e fotografar. Hoje por instantes vi uma doninha atravessar-se diante de nós, um pássaro azul cobalto e um bando de melros. Aos meus olhos cada passagem uma surpresa. Apetece ficar, ali, imóvel para que nada se estrague com o menor ruído do nosso caminhar, da nossa presença intrusa e, reter em nós mesmos, na pele e na alma toda a envolvência do momento. Agradeço ao meu querido marido a paciência de me acompanhar nestas jornadas lado a lado, esperando um dia poder juntar o meu filho a estes nossos passeios; gostaria que ele observasse o que os meus olhos vêem e não esquecem.

3 comentários

  1. De cortar a respiração. Que abençoada, a morar nesse cantinho maravilhoso do nosso país. Continuem a gozar de bons passeios que, ainda que vos façam sentir pequenos diante de tamanha grandeza, vos façam ao mesmo tempo crescer de alma e coração. E já agora, continuem também a partilhá-los connosco para podermos crescer juntos!

    ResponderEliminar
  2. as imagens são lindas e as palavras também... por isso perdoa-me, mas não resisto: tu estás de manga curta!!! manga curta a 20 de Outubro... às vezes tenho muitas saudades de Portugal :)

    ResponderEliminar
  3. Esta Serra é linda, de facto!!!
    Que fotografias magníficas!
    beijinhos

    ResponderEliminar

Instagram