Visitas do campo

Neste fim de semana inesperadamente demos pela presença de um novo visitante no nosso jardim. Um pássaro pestanudo e de plumagem escura. Altivo e com um ar de poucos amigos acomodou-se e ao que parece veio para ficar. Todas as manhãs lhe dou migalhas do nosso pão de sementes e alguns bagos de arroz. O melro que mora por cima da nossa chaminé também lhe trás lagartas e alimentos ao bico esfomeado; ele agradece aos pius.

Hoje fiquei a saber que este pássaro um tanto ou quanto feio, mas que até já nutre algum sentimento de empatia por nós é um Cuco!



10 comentários

  1. Incrível! Pobre da "mãe adoptiva" melro que tem de estar a alimentar o intruso! Mas a natureza é mesmo assim! Sabias que os cucos põem os ovos nos ninhos de outros pássaros, ou seja, nunca criam os filhotes? Na maioria das vezes temos uma mãe bem pequenina a ter de alimentar o passarão!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. adoro o teu estilo de vida... e a tua escrita :) Beijinhos!

    ResponderEliminar
  3. Joana, não deixa de ser muito curioso... como a natureza nos surpreende.
    Kumpel, Obrigada :O
    Perante algumas situações..., tento levar ao máximo um estilo de vida que me dê prazer e alegria para que possa no dia a dia descontrair e aprender da melhor forma possível.

    ResponderEliminar
  4. Que sorte!!
    Têm um lindo cantar, os cucos!!
    Por cá, quando chega esta altura do ano, também ouço o cantar do cuco... respondo-lhe e ele replica!!!

    ResponderEliminar
  5. Que espetáculo!
    Eu o máximo que tenho é um cuco no relógio da sala.

    Bjs

    Mónica

    ResponderEliminar
  6. Quando eu era criança , e quando chegava a Primavera, chegava com ela os cucos com o seu canto, nós crianças perguntávamos ao cuco quantos anos faltavam para nos casar.
    Quantas vezes ele cantasse "cuco" era
    a resposta que obtínhamos.

    ResponderEliminar
  7. pois olha que à primeira vista me parece um melro fêmea, ainda novito...

    ResponderEliminar
  8. Que giro!
    Por acaso o nome que tinha pensado primeiro para o meu blog era Cuco.
    Vi um documentário que mostrava como os cucos nascem com umas concavidades nas costas ao lado das asas e que ajuda a deitar fora os ovos que estão já no ninho (porque a mãe cuco pôe os seus ovos no ninho de outros pássaros). De costas, e RECÈM NASCIDO, note-se bem, o cuco empurra os outros ovos para fora do ninho, só ficando lá ele. Essa concavidade desaparece ao fim de uns dias - que conveniente. A outra pássara pensa que o cuco é o seu filho.... Se calhar aí também está a outra pássara a alimentar o seu "enteado"?.... Curiosa esta natureza.... Continua a mostrar!

    ResponderEliminar
  9. Visitar o teu blogue é revigorante!
    Adorei as fotos.
    Beijinhos e as melhoras rápidas.

    ResponderEliminar
  10. O lugar onde cresci e hei-de voltar (já aqui ao lado...) chama-se Cuqueira por causa dos cucos que lá existem. É giro ouvi-los e cantar com eles!

    ResponderEliminar